sábado, 9 de agosto de 2008

Welcome Sancha


Hoje meu pai ganhou uma vira-lata. Nós tivemos uma "cachorra" ( não pensem pelo lado vulgar, mas é que não quero falar cadela, pronto, falei)... Continuando: Pois é, chamava-se Minei e era quase da minha idade, não me recordo de algum momento da minha vida em que ela não estivesse.
Nossa, que lindo isso ficou, deixa-me consertar... Eu e a Minei nunca tivemos um bom relacionamento. Não sou chegado a criações, já tive duas tartarugas, dois periquitos, dois coelhos, dois hamster, e agora... A segunda vira-lata, a nova cachorrinha.
Seu nome é Sancha. Fiquei horas pensando em um nome, porque meu pai havia me cogitado para escolher. Não queria um nome próprio, sabe? Nome de "gente". Queria algo diferente também, então resolvi recorrer aos personagens de livros que já li e o mais diferente e o que vingou, foi Sancha retirado de Dom Casmurro.
A nova cachorrinha é uma gracinha e acredito que poderemos ter uma boa relação, a última havia até me mordido quando eu era criança e um não olhava para a cara do outro. Vivíamos harmoniosamente, ela no canto dela e eu no meu .
Quem sabe agora, com a Sancha, posso tentar a ter finalmente um bom relacionamento com algum animal de estimação. Assim espero.

2 comentários:

Naty disse...

Li o texto rindo, convicta de que o nome era sacha...aiai
Sancha é original mas pouco sonoro neh?!
De quaquer forma...q munitinhaa

Tia Marta disse...

Filipe,
Com certeza a Sancha já te conquistou!
Ela é muito fofinha.
Acho mesmo que até os bichos tem carisma.
Beijo
Tia Marta