quinta-feira, 31 de julho de 2008

Dear Frankie


Hoje este filme, Querido Frankie, fez-me emocionar sentado em meu sofá. Não esperava que era um filme tão lindo.
O filme conta a história de uma mãe que preocupada com a ausência paterna para seu filho, Frankie, começa a escrever uma série de cartas assinadas com o nome do pai. Este pai fictício, tem como desculpas para toda a ausência o seu trabalho. Ele trabalha em um navio viajando pelo mundo e contando de onde está, suas incríveis aventuras ao filho.
Chega um momento que a situação aperta, o navio que supostamente Lizzie, mãe de Frankie, inventou para o seu filho, está para chegar na cidade onde estão. Ao se deparar com essa notícia, ela resolve arrumar um homem para se passar por pai de Frankie nos dias em que o navio permanecer ancorado na cidade.
Ver a inocência daquela criança e também a sua inteligência, penso eu que emocionaria qualquer um.
A preocupação da mãe em "dar" um pai digno para seu filho, diferente do biológico, alguém que o filho poderia se espelhar. O cuidado que tem com o menino... Tudo isso torna o filme mais especial. Lizzie permanece perseverante para que seu filho nunca se decepcione com esse pai "ideal".
Vale a pena assistir.

2 comentários:

.::Avulso::. disse...

chorei litros no cinema!

jéssica disse...

É verdade. A preocupação que a mãe tem em 'dar' para o suposto pai da criança é emocionante. xD